O que esperar dessa crise?

Prefiro, sinceramente encarar como um período de oportunidade...sabe é nesse momento em que me pego realmente pensando em termos como posicionamento, gestão, controle e estratégia...algo que venho falando há lgum tempo em minhas palestras e cursos...

E penso nisso, pois como estou sempre envolvido de alguma forma com a organização de eventos veterinários, percebi que a retração e o medo permearam o mercado pet nos últimos meses, e as pessoas esperaram para ver se entraríamos em uma recessao sem fim ou se passaríamos mais ou menos feridos por esse furação chamado crise do sistema financeiro mundial...

Mas sinceramente, creio que agora é a hora das empresas mostrarem o potencial criativo e pró-ativo de seus diretores de produtos e marketing...

Será que eles vão se esconder?
Será que vão saber realmente onde aplicar suas verbas?
Será que a pressão por metas os transformará em meros macacos de imitação?
Será que vão sumir do mercado?

Agora é que o planejamento de mídia, de exposição da marca e de conquista e manutenção de mercados consumidores deverão ser estrategicamente utilizados pelas empresas.

Como lutar pelo dinheiro do consumidor?
Sabe aquela velha estória da fatia do bolo que não cresce , só muda de tamanho entre os participantes do mercado? ( Será que não é hora de usarmos outra metáfora, pois essa tá bem velhinha...rs)

Onde estarão os clientes?
Estarão retraídos? Mais cautelosos na compra?
Mais criteriosos na escolha de seus produtos?
Mais críticos quanto à política de comunicação escolhida pela empresas?
Que grupos serão os beneficiados da vez? Veterinários, Tosdadores, Consumidores finais?
Como vender produtos e serviços nessa nova era que se aproxima?

Quem souber responder tenderá a caminhar sob bases mais sólidas no ano que se inicia...é meus amigos 2009 já bate às nossas portas...

Quais serão as ferramentas e estratégias usadas em 2009? Precisarei fazer uma releitura do que aprendi até agora?
Eu sei lá...mas tenho a leve impressão de que é hora de reciclar alguns conceitos sobre estratégias, sobre ferramentas e tb de acreditar mais no trabalho corpo a corpo do que no que convencionei chamar de "branding do nariz em pé"...
Hora de relacionar-se melhor, de estar onde "o povo está"....

Eu pretendo estar onde o "povo" está... e vocês empresas do Mercado Pet?

Comentários

Postagens mais visitadas