Como apagaram o tópico no orkut posto aqui!

Demorei para me decidir a participar deste tópico pois sinceramente não gosto muito quando a sintonia vibratória se afasta daquilo que eu quero para o meu viver, mas como os ânimos foram se acalmando eu realmente me vi impelido a participar pois creio que meu dever como médico veterinário e como membro dessa comunidade é dar a minha contribuição sem que ela seja revestida de uma aura de verdade absoluta por que no fundo as verdades absolutas não são verdades e muito menos absolutas nas suas pretensões...

O ponto é a área de clínica de pequenos requer sim recursos...indiscutível...como esses recursos chegam até você, bem muitos são os caminhos,seja o esforço próprio,seja ajuda,seja uma postura ética equivocada, seja roubo,seja esforço próprio...eles , os recursos chegarão...

A questão é que nesse país temos ainda um grande processo de expurgo ético a começar, e isso talvez não será visto por nossa geração, mas isso também não é desculpa para se aliciar ou compartilhar de ações como essa, e muito menos se resignar e calar... e isso se reflete na nossa tão querida Clínica de Pequenos que repito ainda é a vitrine de cristal svarovysk da profissão médica veterinária nessa país, ou seja, ilusória beleza, valores caros e uma fragilidade intensa...
O que deve se levar em consideração é que os nossos órgãos fiscalizadores que criaram a resolução 670 pouco se preocupam com a fiscalização da mesma, salvo honrosas exceções por esse país afora. Ou seja, a regra que determina o que um estabelecimento veterinário deve ser é um papel esquecido numa prateleira ou perdido em um link em um site, e duvido que dentro dos bancos acadêmicos desse Brasil se mostre para os alunos: “Fulaninho..quer abrir uma clínica?Olha vai ter que ter isso, isso e mais isso! “ “ Quer abrir um consultório? É isso e pode fazer isso e isso...”

Mas que ilusão...que ilusão!!! Saem aos montes das faculdades e sequer sabem quais as condições físicas para trabalhar... Vejam bem, nem toquei na questão das esferas administrativas e gerenciais, por que aí então a coisa vai ser feia...Mas só a total e criminosa ausência de orientação aos milhares de acadêmicos de Medicina Veterinária desse país já é de dar ânsia de vômito, e gera um sentimento de que algo precisa ser mudado...

Garanto aos que estão lendo agora esse depoimento que se pelo menos fosse citada a resolução 670 no ambiente escolar, 40 a 50% dos egressos pensariam duas vezes em investir sua vida profissional na área de clínica de pequenos...pois é chato, é penoso, é burocrático mas é necessário saber enquadrar-se no ambiente profissional médico veterinário em plena transformação neste e nos próximos 5 a 10 anos...podem escrever o que estou “falando” aqui...
Fora a incidência de novas legislações acessórias ao mercado de pequenos e a transformação das relações com o mercado consumidor, por isso eu me atrevo a dizer que dentro de muito pouco tempo Clínica de Pequenos será para poucos, para aqueles que construírem dentro de suas vivências a concepção de carreira e não de profissão!

Para aqueles que entenderem que o esforço pessoal e á ética devem andar juntos, por mais que situações como a que presenciei de fiscais da vigilância sanitária receberem um saco de ração cada um e liberarem um consultório imundo no fundo de uma agropecuária onde sequer havia pia e janelas aconteçam ao nosso redor...

Se há prostituição na profissão ?? Alguma dúvida????.. só que cabe a você decidir o que é certo e o que é o melhor para você...

O Mundial está chegando, eu não sou clínico mas gerencio a carreira de alguns e gerencio vários estabelecimentos por esse país, não sou nenhuma sumidade ainda estou longe de dizer que estou tranqüilo com a minha profissão, preciso investir e lutar todos os dias pois escolhi uma área que ainda é vista com desconfiança por vários colegas, e que preferem contratar empresas que jamais estiveram dentro de uma clínica para fazer planos de marketing para elas...E eu estarei lá...pois não entendo como ouvi recentemente de colegas que estavam mais preocupados com as baladas e que pessoas de que nacionalidade iam transar nos quartos dos hotéis, do que efetivamente com o quanto de conhecimento técnico eles poderiam sair de lá modificados e altamente competitivos de volta às suas cidades...realmente é o livre arbítrio cada um tem o seu... mas eu me reservo o direito de lamentar, muitas vezes em silêncio, outras em textos como esse...

Generalizar realmente não é agradável meu amigo Luiz,mas sei que nas suas explosões reside muito dos lados guardados de muitos de nós, e sua capacidade de explodir ( meio inconseqüente..às vezes..risos) incomoda não só quem se ressente de não ter coragem , mas quem coloca a carapuça, ou mesmo quem apenas discorda do seu jeito “fofo” de ser...rs

Por isso finalizo aqui com a certeza de que realmente eu mudaria o tópico para um tempo futuro, pois hoje em dia infelizmente qualquer um...pode....

Comentários

Postagens mais visitadas