Para onde caminha a Medicina Veterinária?



Mais um início da jornada como profissionais e olhamos o quando caminhamos para chegar até aqui e olhamos imediatamente para frente , bate um sentimento de que é hora de pensar que rumos tomar...seguir o mesmo ritmo, passo e caminho? Ou inovar e buscar um novo momento, caminho, rumo ou mesmo um novo ponto de chegada?

Pode parecer um pouco do Caminho de Santiago de Compostela, mas esta pequena introdução tem como objetivo fazer com que nos preparemos para pensar para onde seguirá a Medicina Veterinária neste país e o que poderemos esperar dessa jornada já que nós somos parte integrante dela.

Como eu disse, chegar ao meio do caminho é ter a chance de ter o benefício da escolha entre dois cenários bem distintos, vamos conhecer um pouco desses dois cenários tão opostos e que se tornam opções a cada profissional e acadêmico que esteja lendo este artigo?

Será que ao parar e pensar vamos escolher o caminho onde a Medicina Veterinária ( em especial de nossa área de atuação)  tem que ser diariamente afetada( por que não violentada) por situações como Veterinária Popular às Terças-Feiras, Campanhas de Castração à preços Módicos, excesso de cursos de Medicina Veterinária que não possuem capacidade técnica para formar novos profissionais, estabelecimentos veterinários sem a menor condição de funcionamento no quesito segurança e atendimento à legislação vigente , cursos de Medicina Veterinária com carga horárias questionáveis, entidades de classe omissas e apenas decorativas, ausência de ética e péssima relação com a sociedade consumidora de serviços veterinários?

Ou faremos uso de nosso livre arbítrio e seguiremos com uma visão mais profissional de nossas carreiras?

 Escolheremos a busca pelo conhecimento em cursos reconhecidamente de qualidade sejam eles de graduação, pós graduação ou extensão, vamos trabalhar para que nossas entidades de classe deixem de ser meramente postos de pseudo orgulho provinciano, vamos exigir que as novas gerações sejam cada vez mais capacitadas, vamos lutar para que as ferramentas que possam melhorar a situação institucional da Medicina Veterinária no Brasil sejam devidamente implementadas e usadas continuamente, vamos ter ética nas nossas relações mesmo sabendo o país culturalmente falho nessa área em que vivemos, entenderemos as especialidades devidamente executadas como um serviço altamente qualificado, vamos gerenciar nossos negócios veterinários com uma visão mais administrativa pois pressionaremos as grades curriculares a implementar essa disciplina na formação dos profissionais da Medicina Veterinária?

E assim creio que cada um que esteja lendo este texto pode dizer para onde caminha a Medicina Veterinária nesse país, ao decidir-se por que rumo tomar, pois como eu disse antes, todos nós fazemos parte desse cenário e esperar que ele mude sozinho é querer dar uma “personalidade” à Medicina Veterinária que não se sustenta sem a sua pessoalidade única, seu exercício profissional e sua busca pelo reconhecimento de um projeto único que é a sua estabilidade na carreira que você escolheu: a Medicina Veterinária.

 A responsabilidade é sua, é de todos nós... somente assim , assumindo nossa cota de responsabilidade e nossa cota de proatividade saberemos quais os novos caminhos que a Medicina Veterinária seguirá daqui pra frente.

Comentários

Postagens mais visitadas